Category Archives: Curiosidades

Ladrão honesto

“Jovem rouba TV e depois tenta devolvê-la em loja em troca de dinheiro

Caso foi registrado em Colonie, no estado de Nova York.
Suspeito roubou televisor de 55 polegadas de US$ 1.995,84.”

Um jovem de 23 anos foi preso depois que roubou uma televisão de uma loja em Colonie, no estado de Nova York (EUA), e tentou devolvê-la na mesma loja em troca do valor que custava o aparelho, segundo reportagem do jornal “Times Union”.

Philemon Ofosu havia roubado um televisor de 55 polegadas de US$ 1.995,84. Depois, ele voltou à loja da rede Wal-Mart na tentativa de devolvê-lo e receber o dinheiro como se ele tivesse comprado o aparelho.

Ofosu foi acusado de roubo e levado para a cadeia do condado de Albany.

Fonte:G1


Advertisements

Será que dessa vez e verdade

“Suposto alienígena teria sido filmado na Rússia, diz site belga

Imagens foram feitas em Irkutsk, na Rússia.
Alguns chegaram a afirmar que se trata de alienígena.”

Um vídeo que mostra uma criatura estranha filmada em Irkutsk, na Rússia, tem intrigado os moradores. Alguns chegaram a afirmar que se trata de um suposto alienígena , mas outros acreditam ser, na verdade, os restos de um animal morto, segundo reportagem do site de notícias belga “Vandaag”.

As suspeitas de que poderia ser um alienígena são reforçadas por um óvni, que teria sido visto na região em fevereiro de 2011.

Fonte:G1

Cegueira de mudança, você não sabe oque mais você tem

Fenômeno chamado “cegueira de mudança”, quando a pessoa não nota alterações muito óbvias em sua frente porque o cérebro tende a ignorar informações não importantes àquele contexto. Veja abaixo alguns exemplos claros desse fenômeno:Entenda cegueira de mudanças, fenômeno responsável por não enxergarmos coisas que estão debaixo de nosso nariz

Veja abaixo alguns exemplos claros desse fenômeno:

1 – O experimento mais famoso

Assista ao vídeo e conte os passes no jogo de basquete do time de camisa branca.


Veja novamente e verifique se você notou o urso que dança moonwalking no meio da partida. Esse teste foi desenvolvido por Daniel Simons em 1975 e mostrou que a maior parte das pessoas tendem a perder informações que não são buscadas pela visão ou que não parecem importar naquele contexto.
2 – Troca de recepcionista

Um recepcionista inteiramente diferente, com roupas distintas e com outra cor de cabelo e outra roupa não iria nos passar despercebido se mudasse de uma hora para outra, certo? Veja abaixo como você está errado.

3 – Pedindo informações

No vídeo abaixo, o ilusionista Derren Brown mostra como uma pessoa que pede informações, apesar de não percebemos não ser processada por nós em detalhes. Se há uma troca rápida, você nem percebe.

4 – Mudança de atendente

Comente e nos diga se você conseguiu perceber o urso que dança.

Fonte: Revista Galileu

 

Gentileza, um brasileiro que todos deveriam conhecer um pouco da sua história

“Quem é esse cavaleiro andante, em plena cidade contemporânea, a conduzir seu estandarte cheio de apliques, metendo-se pelos lugares, a levar sua palavra? De início, chega-nos sua estranheza, seu “deslocamento”, antes, até de sua gentileza. Vê-lo com sua bata branca pela rua é ter contato com uma figura que nos parece extemporânea. Não de um futuro, mas de uma voz que ecoa, bizarramente, um sagrado que não se mostra mais.”

José Datrino era um empresário, dono de uma transportadora de cargas no Rio de Janeiro, que se viu sacudido por um acontecimento de grande força trágica: a queima de um grande circo na cidade de Niterói. Após seis dias, ele recebe um chamado divino para que deixe tudo que possuía e venha viver uma missão na Terra, assumindo uma nova identidade. Como explicar tal atitude e tal mudança de comportamento frente à realidade? Como é possível que um homem seja levado a abandonar tudo, recolhendo, de um episódio, o anúncio de um novo sentido à vida?

Nascido em 11 de abril de 1917, em Cafelândia, interior de São Paulo, José Datrino era o segundo filho de Paulo Datrino e Maria Pim, dentre os onze filhos do casal. Viveu até os 20 anos naquela região lidando diretamente com a terra, onde ajudava a família a manter-se, mesmo em épocas difíceis. Rapaz franzino, trabalhava puxando carroça para vender lenha nas cidades próximas. Algumas vezes, chegava a fazer duas viagens, numa mesma noite, para prover a família. Como lavrador aprendeu a reconhecer a riqueza da natureza. O campo ensinou também José a amansar burros para o transporte de carga. Tempos depois, Gentileza se dizia “amansador dos burros homens da cidade que não tinham esclarecimento”.

Desde sua infância José Datrino era possuidor de um comportamento atípico. Por volta dos treze anos de idade, passou a ter premonições sobre sua missão na terra, na qual acreditava que um dia, depois de constituir família, filhos e bens, deixaria tudo em prol de sua missão. Este comportamento causou preocupação em seus pais, que chegaram a suspeitar que o filho sofria de algum tipo de loucura, chegando a buscar ajuda em curandeiros espirituais

No Rio, casou-se com Emi Câmara, com quem teve cinco filhos, “três femininos, e dois masculinos”.
O sustento de José Datrino e sua família provinha de fretes que ele também passou a fazer na cidade.


Aos poucos, fez crescer o negócio e, finalmente, estabeleceu-se com uma transportadora de cargas na Rua Sacadura Cabral, no centro da cidade. Cumpria-se seu prenúncio de infância: José Datrino constituíra família e bens; era um empresário possuidor de “três caminhões, três terrenos e uma casa”.

Com a vida “estabelecida” no Rio de Janeiro, deu-se a grande mudança na vida de Datrino. Conta Maria Alice, sua filha mais velha, que, numa noite, viu o pai atormentado por uma visita de alguém que queria tornar-se sócio de sua empresa. Com a partida da visita, José Datrino correu para o quintal, e ali cobriu todo o corpo de terra e lama. Soltou, em seguida, os pássaros e as galinhas. Este episódio marcante já revelava a intensidade daquele momento para o pai de família José Datrino: invocando o direito de reesculpir-se do barro, um novo homem fazia-se de um novo humus.

No dia 17 de dezembro de 1961, na cidade de Niterói , houve um grande incêndio no circo “Gran Circus Norte-Americano” que foi chamado de Tragédia do Gran Circus Norte-Americanoe considerado uma das maiores fatalidades em todo o mundo circense. Neste incêndio morreram mais de 500 pessoas, a maioria, crianças. Na antevéspera do Natal, seis dias após o acontecimento, José acordou alegando ter ouvido “vozes astrais”, segundo suas próprias palavras, que o mandavam abandonar o mundo material e se dedicar apenas ao mundo espiritual. O Profeta pegou um de seus caminhões e foi para o local do incêndio. Plantou jardim e horta sobre as cinzas do circo em Niterói, local que um dia foi palco de tantas alegrias, mas também de muita tristeza. Aquela foi sua morada por quatro anos. Lá, José Datrino incutiu nas pessoas o real sentido das palavras Agradecido e Gentileza. Foi um consolador voluntário, que confortou os familiares das vítimas da tragédia com suas palavras de bondade. Daquele dia em diante, passou a se chamar “José Agradecido“, ou simplesmente “Profeta Gentileza


Marisa Monte fez a musica Gentileza em homenagem a historia do Profeta Gentileza.

Gentileza foi internado três vezes como “débil mental, como maluco”. Numa dessas internações, o “médico psiquiatra” disse à filha do Profeta que seu pai estava tomando choque à toa, pois não era maluco. No pátio do manicômio, relata Gentileza, os enfermos ficavam todos à sua volta, ouvindo sua pregação. Outro médico teria dito ao Profeta: “Gentileza, você veio aqui para nós te curar ou para você nos curar?” Depois destas passagens, Gentileza ganhou novamente a rua. A partir de então, sua figura singular passou a atrair toda sorte de atenção. Aos que o apontavam na rua, como maluco, ele dizia: “maluco pra te amar, louco pra te salvar” … “seja maluco mas seja como eu, maluco beleza, da natureza, das coisas divinas.”

A partir de 1980, escolheu 56 pilastras do Viaduto do Caju, que vai do Cemitério do Caju até a Rodoviária Novo Rio, numa extensão de aproximadamente 1,5 km. Ele encheu as pilastras do viaduto com inscrições em verde-amarelo propondo sua crítica do mundo e sua alternativa ao mal-estar da civilização.

Durante a Eco-92, o Profeta Gentileza colocava-se estrategicamente no lugar por onde passavam os representantes dos povos e incitava-os a viverem a gentileza e a aplicarem gentileza em toda a Terra.

A partir de 1993, sua saúde fragiliza-se. Após uma queda, que lhe ocasionou uma fratura na perna, o Profeta já não possuía mais a mesma disposição que o levava, dantes, sem restrição, a todos os lugares. Acometido também de problemas circulatórios, sente cada vez mais dificuldade em andar. No início de 1996, decide retornar a Mirandópolis, São Paulo, próximo a sua cidade natal, onde vem a falecer no dia 29 de maio, aos 79 anos.

Esse foi um pequeno resumo sobre José Dantrio pois as informações sobre sua vida e enorme mais. Essa foi uma forma de difundir o legado de brasileiros que realmente merecem ser conhecidos por todos nos.

Quem se interesso pela história do Profeta Gentileza vou colocar aqui alguns links de matérias que contam com delates  sua vida.
GENTILEZA NAS PALAVRASDE UM PROFETA URBANO – Uma biografia escrita por Maria José Oliveira da Universidade Presidente AntÙnio Carlos

O Profeta Gentileza– Do site criado em memória do Profeta Gentileza

Wikipedia, O Profeta Gentileza – Matéria do site de pesquisas

Um capítulo negro da historia do Brasil, os campo de concentração em Senador Pompeu

“E você tem visto muito horror no campo de concentração?”, pergunta o sertanejo Vicente a Conceição, personagens do romance O Quinze, da escritora Rachel de Queiroz. Os dois conversam não sobre as prisões nazistas construídas durante a Segunda Guerra Mundial, ou seja, quase três décadas depois. O diálogo diz respeito aos currais erguidos no Ceará pelos governos estadual e federal para isolar os famintos da seca de 1915, considerada uma das mais trágicas de todos os tempos no Nordeste.

Para entendermos uma página negra da história do Brasil, ocorrida no Ceará, primeiramente durante a sêca de 1915 e depois repetida em 1932, é necessário voltarmos um pouco no tempo, até 1877, época de outra grande seca que assolou o estado nordestino. 

Como é sabido por todos(ou ao menos deveria ser) a seca sempre foi um flagelo sazonal no Cariri. A falta de uma política efetiva, nesse sentido, perpetua o sofrimento dos irmãos nordestinos ao longo dos séculos.
Em 1877, ainda no tempo do império, a grande seca que assolou o sertão cearense, fez com que uma grande masse humana se deslocasse em direção das grandes cidades da época, como por exemplo Fortaleza, que obviamente era dominada pelas elites. Pressionados pela fome e pela falta de condições de sobrevivência e não encontrando resposta para as mesmas, esse famélico cortejo invadiu a capital da terra do sol e passou a saquea-la.
Durante esse período (1877-1879) a soluçaõ encontrada pelo governo foi incentivar os flagelados a colonizarem a Amazõnia, originando assim o primeiro Ciclo da Borracha.
Em 1915, nova seca fez com que os sertanejos se dirigissem para as grandes cidades ,desta feita o Governo do Ceará, optou por criar o primeiro ” campo de concentração, no alagadiço, hoje Otávio Bonfim, ao oeste da cidade de Fortaleza, lá foram “abrigadas” mais de 8 mil almas a quem eram fornecidas aliementação sob a vigília constante de soldados. Mais uma vez foi estimulada a migração para a Amazõnia e o campo ( curral humano ) foi desativado em novembro do mesmo ano.
Em 1932, nova seca assola o Ceará e novamente o movimento dos sertanejos se faz em direção às grandes cidades atendidas pela via férrea. Desta feita o governo instala novos campos de concentração, cercados por arames farpados e vigiados por soldados em:
Senador Pompeu, Ipu, Quixeramubim, Cariús, Crato ( Buriti, por donde passaram 65.000 pessoas ) além do ja conhecido campo do Alagadiço( OTávio Bonfim)  e o novo campo a noroeste da capital, o Pirambu, mais conhecido como o  Campo do Urubú.

Relato de quem sobreviveu ao campo de concentração
Campos projetados para abrigar 2000 pessoas, chegaram a manter 18.000 flagelados. As condições de higiene inexistiam, as pessoas viviam em verdadeiros currais.
Ao chegar tinham suas cabeças raspadas e era obrigadas a usar um uniforme feito de sacas de açucar, confeccionado por eles mesmos.

A cabeça raspada impedia a proliferação de piolhos, no entanto, as péssimas condições de higiene, alimentação precária e um surto de cólera, dizimaram milhares de sertenejos presos nesses campos de concentração tupiniquins.
“A seca de 1932 foi uma das maiores da história do Ceará. Fome e doenças como cólera, febre amarela e varíola marcaram aquele povo sofrido pela sede e fome. Senador Pompeu foi uma das cidades que abrigou um dos sete campos de concentração, criados pelo governo da época para deter a vinda de retirantes à Fortaleza.”
Mais uma vez o governo mandou milhares de cearenses para a amazônia , dando origem ao segundo ciclo da borracha.
Estima-se que cerca de 73 000 flagelados foram confinados nesses campos onde as condições eram desumanas, o que resultou em inúmeras mortes. Ainda durante essa seca, flagelados cearenses foram enviados para o combate nas trincheiras da Revolução de 1932 em São Paulo.
Com o advento da segunda guerra mundial e temendo comparações com os campos de concentração nazistas ( a única diferença na verdade era que aqui se tratavam de sertanejos, cujo único crime era passar fome ,e lá,na verdade quem sofriam eram predominantemente os judeus, acusados de deterem todas as riquezas da Alemanha) os tais campos de concentração foram totalmente desativados e em outras ocasiões subsequentes e semelhantes, criaram-se albergues ounde a população flagelada recebia melhor tratamento.
Documentário sobre o Campo de Concentração.
Quanto ás mortes também não se pode considerar que os campos de concentração cearenses tinham a intenção de ser campos de extermínio, mas sim o de afastar do olhar das elites das grandes cidades a face da pobreza de seus semelhantes que viviam no sertão.
-Qualquer semelhança com fatos contemporãneos não será mera coincidência.-
De qualquer maneira, milhares de pessoas morreram, outro tanto foi enviado para bem longe, de forma que, ao invés de se solucionar o problema das secas, dava-se sumiço aos que dela padeciam
Toda documentação desses infames campos de concentração tupiniquins tem sido oculta ao longo das décadas , embora haja hoje ação na justiça solicitando a identificação, via dna de todos os mortos sepultados em valas comuns e seu translado para cemitérios regulares.
Pleiteia-se também indenização para os sobrevibentes eseus descendentes.
A “Justiça” ceraense, manobra de todas as formas possíveis, extinguindo as ações sem julgamento de mérito , tentando com isso fazer permanecer no esquecimento essa página negra da nossa história.
Em Senador Pompeu, esta triste memória permanece viva graças ao misticismo das pessoas que acreditam que as almas sofridas, enterradas no improvidado “cemitério da barragem” atendem a pedidos e fazem milagres.
“O governo obrigava as vítimas da seca a trabalhar na construção da barragem do açude Patu. No entanto, repentinamente, a obra teve seus trabalhos paralisados e, junto com a paralisação, o governo deixou de manter o posto de saúde e o setor de fornecimento de alimentos que funcionava no campo. Com isso, os retirantes foram adoecendo e morrendo.

Atualmente, Senador Pompeu é o único município onde se encontra viva a memória do campo de concentração. O cemitério da Barragem do Patu é considerado um espaço sagrado para visitação. Há romarias, pessoas que rezam e pagam promessas. Os moradores acreditam que as almas dos concentrados são milagrosas, porque sofreram muito”.

Existem diversos artigos sobre esse assunto na net e pra quem se interessar vou passa alguns link.

Currais humanos

Campos de Concentração no Ceará

Campos de Concentração no Brasil

Ceará: nos campos da seca

Comentem pessoal, de a sua opinião sobre nossa postagem porque só assim o blog pode se tornar melhor para você leitor

Darth Vader o top garoto propaganda

“Os dez melhores comerciais estrelados por… Darth Vader!”

Das estrelas para nosso mundo, do Darth Vader vai acabar superando o garoto propaganda da Bom Bril. Aqui estão 10 comerciais estrelados por ele. Texto de Cláudia Fusco do site da Super.

Nos últimos dias, um comercial da Volkswagen causou uma grande perturbação na Força. Tudo por conta de um garotinho vestido de Darth Vader que tenta, sem muito sucesso, controlar os objetos à sua volta. O vídeo da marca, criado especialmente para o campeonato do Super Bowl, nos Estados Unidos, acabou se tornando um hit instantâneo no Youtube e alcançou a incrível marca de onze milhões de visualizações em quatro dias. Ainda não viu? Então volte para o planeta Terra e dê o play no vídeo abaixo. Vale a pena.

Veja os outros comerciais no resto do post

Read the rest of this entry

Jogue Snake enquanto espera os vídeos carregar no Youtube

Acho que muita gente já saber disso ou não mais hoje eu estava esperando um vídeo carregar e relembrei desse joguinho que tem no Youtube.

E sim uma maneira para que tem uma merda de internet um pouco lenta como a mi

nha passa o tempo enquanto espera os vídeos carregarem.

É muito simples, quando colocar o vídeo para carregar e aparecer àquelas bolinhas fazendo um pequeno circulo no centro do vídeo basta apertar a seta para baixo do seu teclado e jogar a vontade.

Faça o teste, segue um vídeo muito bom do grupo Animusic que junta computação gráfica com musica fazendo uma mistura muito interessante.

Como funciona a troca de sexo

Como sabemos o mundo gira em torno do que a Globo mostra na TV e com esse negocio de BBBichas BBB transexual muito gente se pergunta como realmente se faz uma mudança de sexo então usando um gráfico simples e que ate as crianças podem ver vamos mostra como tudo funciona

Fonte: Superinteressante

Homenagem do Google ao 172º aniversário de Paul Cézanne

Essa foi uma homenagem do Google ao 172º aniversário de Paul Cézanne…

A mais que post interessante e instrutivo…

Para dar alguma utilidade e conteúdo e essa postagem vamos falar um pouco sobre esse gênio da arte.

Paul Cézanne (Aix-en-Provence, 19 de janeiro de 1893 — 22 de outubro de 1906) foi um pintor pós-impressionista francês, cujo trabalho forneceu as bases da transição das concepções do fazer artístico do século XIX para a arte radicalmente inovadora do século XX. Cézanne pode ser considerado como a ponte entre o impressionismo do final do século XIX e o cubismo do início do século XX. A frase atribuída a Matisse e a Picasso, de que Cézanne “é o pai de todos nós”, deve ser levada em conta.

Após uma fase inicial dedicada aos temas dramáticos e grandiloqüentes próprios da escola romântica, Paul Cézanne criou um estilo próprio, influenciado por Delacroix. Introduziu nas suas obras distorções formais e alterações de perspectiva em benefício da composição ou para ressaltar o volume e peso dos objetos. Concebeu a cor de um modo sem precedentes, definindo diferentes volumes que foram essenciais para suas composições únicas.

Após uma fase inicial dedicada aos temas dramáticos e grandiloqüentes próprios da escola romântica, Paul Cézanne criou um estilo próprio, influenciado por Delacroix. Introduziu nas suas obras distorções formais e alterações de perspectiva em benefício da composição ou para ressaltar o volume e peso dos objetos. Concebeu a cor de um modo sem precedentes, definindo diferentes volumes que foram essenciais para suas composições únicas.

Cézanne não se subordinava às leis da perspectiva. E sim, as modificava. A sua concepção da composição era arquitetônica; segundo as suas próprias palavras, o seu próprio estilo consistia em ver a natureza segundo as suas formas fundamentais: a esfera, o cilindro e o cone. Cézanne preocupava-se mais com a captação destas formas do que com a representação do ambiente atmosférico. Não é difícil ver nesta atitude uma reação de caráter intelectual contra o gozo puramente colorido do impressionismo.

Sobre ele, Renoir escreveu, rebatendo o crítico de arte Castagnary: Eu me enfureço ao pensar que ele [Castagnary] não entendeu que Uma Moderna Olympia, de Cézanne, era uma obra prima clássica, mais próxima de Giorgione que de Claude Monet, e que diante dele estava um pintor já fora do Impressionismo

Cézanne cultivava, sobretudo a paisagem e a representação de naturezas mortas, mas também pintou figuras humanas em grupo e retratos. Antes de começar as suas paisagens estudava-as e analisava os seus valores plásticos, reduzindo-as depois a diferentes volumes e planos que traçava à base de pinceladas paralelas. Árvores, casas e demais elementos da paisagem subordinam-se à unidade de composição. As suas paisagens são sutilmente geométricas. Cézanne pintou sobretudo a sua Provença natal (O Golfo de Marselha e as célebres versões sucessivas de O Monte de Sainte-Victoire).

Nas suas numerosas naturezas mortas, tipicamente compostas por maçãs, levava a cabo uma exploração formal exaustiva que é a terra fecunda de onde surgirá o cubismo poucos anos mais tarde. Entre as representações de grupos humanos, são muito apreciadas as suas cinco versões de Os Jogadores de CartasA Mulher com Cafeteira, pela sua estrutura monumental e serena, marca o grande momento classicista de Cézanne.

Gostou e quer ver mais obras no artista, click Aqui

Também não deixa de comentar, quem comentar vai estar participando do sorteio de uma BMW imaginaria 0km.

O mistério dos tritões revelado

Existem varias foto e matérias na net sobre a aparição de criaturas meio homem meio peixe também chamadas de tritões ou sereias que criam muita polemica. Ate mesmo no Brasil já apareceram relatos desse seres.

Na mitologia grega, Tritão era um deus marinho, filho de Poseidon (Neptuno na mitologia romana) e Anfitrite (Salácia); é geralmente representado com cabeça e tronco humanos e cauda de peixe. Era um fiel servidor de seus pais, atuando como seu mensageiro e acalmando as águas do mar para que a carruagem de Poseidon deslizasse com segurança. Para tal ele se utilizava de búzios como instrumento, produzindo assim uma música apaziguadora.

Uma matéria do Fantástico revela a origem desses seres. Descubra no vídeo abaixo.